TEXTOS, RESUMOS E DOCUMENTOS DA HISTÓRIA DO BRASIL


Ditadura Militar no Brasil - Resumo

Ditadura Militar no Brasil, resumo, presidentes, governo, regime militar, história

Golpe militar de 1964: início da ditadura militar no Brasil
Golpe militar de 1964: início da ditadura militar no Brasil

 

Resumo sobre o Regime Militar no Brasil (1964-1985):

 

Período: de 31 de março de 1964 (Golpe Militar que derrubou João Goulart) a 15 de janeiro de 1985 (eleição de Tancredo Neves).

 

Fatores que influenciaram (contexto histórico antes do golpe):

 

- Instabilidade política durante o governo de João Goulart;

 

- Ocorrências de greves e manifestações políticas e sociais;

 

- Em 1964, grandes órgãos da imprensa começaram a pedir a saída de João Goulart do poder;

 

- Alto custo de vida enfrentado pela população;

 

- Promessa de João Goulart em fazer a Reforma de Base (mudanças radicais na agricultura, economia e educação). Muitas dessas reformas foram entendidas, pelos setores conservadores da sociedade brasileira, como uma orientação na direção da implantação do socialismo.

 

- Medo da classe média de que o socialismo fosse implantado no Brasil;

 

- Apoio da Igreja Católica (ala conservadora), setores conservadores da sociedade, classe média e até dos Estados Unidos aos militares brasileiros.

 

Principais características do regime militar no Brasil:

 

- Cassação de direitos políticos de opositores ao regime;

 

- Repressão aos movimentos sociais e manifestações políticas de oposição;

 

- Censura aos meios de comunicação;

 

- Censura aos artistas (músicos, atores, artistas plásticos, etc.);

 

- Aproximação dos Estados Unidos;

 

- Controle dos sindicatos;

 

- Implantação do bipartidarismo: ARENA (governo) e MDB (oposição);

 

- Enfrentamento militar aos movimentos de guerrilha (urbana e rural) contrários ao regime militar. Vale ressaltar que, muitos desses guerrilheiros pretendiam derrubar o governo militar, através da luta armada (inclusive com atos criminosos como assaltos a bancos e sequestro de embaixador), para implantar o socialismo no Brasil, aos moldes das ditaduras de Cuba, China ou União Soviética. Vale dizer também que esses países socialistas utilizavam sistemas de repressão extremamente violentos, inclusive com assassinatos em massa de opositores, além da eliminação total da democracia e métodos rígidos de controle social.

 

- “Milagre econômico”: forte crescimento da economia (entre 1969 a 1973) com altos investimentos em infraestrutura. Aumento da dívida externa.

 

Abertura Política e transição para a democracia:

 

- Teve início no governo Ernesto Geisel e continuou no de Figueiredo;

 

- Abertura lenda, gradual e segura, conforme prometido por Geisel;

 

- Significativa vitória do MDB nas eleições parlamentares de 1974;

 

- Fim do AI-5 e restauração do habeas corpus em 1978;

 

- Retorno do sistema pluripartidário, a partir de 1979;

 

- Em 1984 ocorreu o Movimento das “Diretas Já”. Porém, a eleição ocorre de forma indireta com a eleição de Tancredo Neves.

 

 

Presidentes do período militar no Brasil:

 

CASTELO BRANCO (1964-1967)

 

COSTA E SILVA (1967-1969)

 

JUNTA MILITAR (31/8/1969-30/10/1969)

 

MEDICI (1969-1974)

 

GEISEL (1974-1979)

 

FIGUEIREDO (1979-1985) 

 

 

Artigo revisado em: 21/08/2019.
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).


 

Fontes de pesquisa utilizadas na elaboração do artigo:

 

- FERREIRA, Olavo Leonel. História do Brasil. São Paulo: Ática, 1986.

- PILETTI, Nelson. História do Brasil. São Paulo: Ática, 1990.

 

Bibliografia Indicada sobre o tema:

 

Brasil - 1964 - 1968 - A Ditadura já era Ditadura

Autor: Silva, Marcos

Editora: LCTE

Temas: História do Brasil

Impressão


Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2005 - 2019 História do Brasil.Net Todos os direitos reservados.