Textos, imagens, documentos e resumos da História do Brasil


Governo Epitácio Pessoa - resumo

Quem foi Epitácio Pessoa, biografia resumida, características, realizações do seu governo, quando foi presidente do Brasil, resumo, política, bibliografia

Epitácio Pessoa: o 11º presidente do Brasil
Epitácio Pessoa: o 11º presidente do Brasil

 

Quem foi Epitácio Pessoa (biografia resumida)

 

Epitácio Lindolfo da Silva Pessoa foi um político brasileiro, diplomata, professor universitário e o 11º presidente do Brasil (entre os anos de 1919 e 1922).

 

Nasceu na cidade paraibana de Umbuzeiro em 23 de maio de 1865. Faleceu, aos 76 anos, na cidade de Petrópolis (Rio de Janeiro) em 13 de fevereiro de 1942.

 

Antes de se tornar presidente da República do Brasil, Epitácio Pessoa foi senador pelo estado da Paraíba, entre os anos de 1913 e 1919 (primeiro mandato) e 1924 a 1930 (segundo mandato).

 

Epitácio Pessoa também foi Ministro do Supremo Tribunal Federal do Brasil (entre 1902 e 1912), Procurador-geral da República do Brasil (entre 1902 e 1905), Ministro da Justiça e Negócios Interiores do Brasil (entre 1898 e 1901) e Ministro da Indústria, Viação e Obras Públicas do Brasil (de 1900 a 1901).

 

Formado em Direito pela Faculdade de Direito de Recife, casou-se duas vezes e teve três filhos. Sua primeira esposa foi Francisca Chagas (entre 1894 e 1895) e a segunda foi Maria Manso Saião (entre 1898 e 1942).

 

Epitácio Pessoa fazia parte do Partido Republicano Mineiro (PRM), que defendia princípios republicanos e os interesses da oligarquia agrária de Minas Gerais.

 

Governo Epitácio Pessoa: resumo das principais realizações e características:

 

- Implantou, no início do governo, uma política fiscal austera, reduzindo e controlando os gastos públicos.

 

- Seu governo deu continuidade à Política dos Governadores, que se baseava no apoio do governo federal aos políticos governistas nos estados em troca de sustentação política no Congresso.

 

- Enfrentou e venceu, em 1922, a Revolta dos 18 do Forte de Copacabana (movimento tenentista pela moralidade na política).

 

- Atuou favoravelmente aos cafeicultores, adotando políticas econômicas que valorizaram o preço do café.

 

- Teve ações política autoritárias, principalmente no tocante ao combate aos movimentos oposicionistas.

 

- Foi também um presidente esforçado e enérgico na forma de governar.

 

- Construiu cerca de duzentos açudes na região do agreste nordestino, como medida para combater os problemas gerados pela seca.

 

- Em seu governo, foi criada a Universidade do Rio de Janeiro.

 

- Em seu governo a libra foi substituída pelo dólar, que passou a ser a moeda de referência na economia brasileira.

 

- Em seu governo foram construídos cerca de mil quilômetros de linhas férreas na região Sul do país.

 

 


Última revisão: 30/08/2019.
___________________________________

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).


 

Fontes de pesquisa utilizadas na elaboração do artigo:

 

- VIANA, Hélio. História do Brasil: período colonial, monarquia e república. São Paulo: Melhoramentos, 1994.

- BARBEIRO, Heródoto. História do Brasil. São Paulo: Moderna, 1978.

 

Bibliografia indicada sobre o tema:

 

Presidentes do Brasil: de Deodoro a FHC

Autor: Koifman, Fábio

Ano: 2002

Editora: Rio

Principais temas: Política, Governo Brasileiro, História do Brasil



Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2005 - 2019 História do Brasil.Net Todos os direitos reservados.