Textos, imagens, documentos e resumos da História do Brasil


Produção de açúcar no Brasil Colonial

O açúcar foi a principal mercadoria produzida e exportada pelo Brasil no período colonial.

Moenda: usada para moer a cana-de-açúcar
Moenda: usada para moer a cana-de-açúcar

 

Contexto histórico

 

No período da História do Brasil Colonial, principalmente no século XVII, o açúcar era o principal produto exportado por Portugal para o mercado consumidor europeu. Os portugueses obtiveram lucros fantásticos com esse comércio. Os engenhos, unidades de produção de açúcar, utilizavam mão de obra escrava africana e estavam instalados, principalmente, na região Nordeste do Brasil (áreas próximas ao litoral).

 

Fases de produção de açúcar no período colonial:

 

1º - A cana-de-açúcar era plantada, pelos escravos, em extensos canaviais. 

 

2º - Os escravos cortavam a cana-de-açúcar e carregavam em carros de bois até a moenda, que ficava na parte interior do engenho. 

 

3º - Nas moendas (grandes máquinas movidas por moinho d’água, força humana ou por bois), a cana-de-açúcar era esmagada. O caldo de cana era obtido nessa etapa. 

 

4º - O caldo de cana era colocado em grandes caldeiras para passar por um processo de fervura. O resultado, depois de horas, era um caldo bem grosso (pastoso). 

 

5º - O caldo grosso era levado até a casa de purgar, onde era colocado em recipientes de barro, em formato de cone, com um furo na parte inferior. Esse furo possibilitava o escorrimento do restante da água. O caldo ficava nesse local de 3 a 5 dias, até que toda água escorresse. 

 

6º - No final da etapa anterior, o resultado era uma espécie de bloco de açúcar, em formato de cone e de cor amarelada. Esses “pães de açúcar”, como eram chamados, eram transportados para a Europa, local em que seriam clareados (refinados) e vendidos aos comerciantes locais e consumidores finais.

 



___________________________________

Artigo publicado em: 29/08/10 - Última revisão: 09/06/2021

Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).


 

Fontes de pesquisa utilizadas na elaboração do artigo:

 

- FURTADO, Celso. Formação Econômica do Brasil. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 2005.

- SKIDMORE, Thomas. Uma história do Brasil. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

 

Bibliografia indicada sobre o tema:

 

A civilização do açúcar (coleção Tudo é História)

Autor: Ferlini, Vera Lúcia Amaral

Editora: Brasiliense



Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2005 - 2021 História do Brasil.Net Todos os direitos reservados.