Textos, imagens, documentos e resumos da História do Brasil


Características da arquitetura colonial brasileira

A arquitetura colonial brasileira sofreu influências do estilo arquitetônico português do período.

Igreja do mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro
Igreja do mosteiro de São Bento no Rio de Janeiro

 

Principais características da arquitetura colonial brasileira:

 

- Forte influência de estilo arquitetônico português da época.

 

- Na construção de residências era muito utilizada a técnica da taipa de pilão (barro misturado com pedras pequenas).

 

- Muitos fortes (com objetivos militares) foram construídos no litoral brasileiro. Eram feitos, geralmente, de pedras e cal. Tinham formatos de castelos, com presença de torres.

 

- As igrejas também se destacaram muito na arquitetura colonial brasileira. No início da colonização eram simples capelas. Na época do Barroco (séculos XVII e XVIII) passaram a ser imponentes construções com lindas e detalhadas decorações internas (pinturas, entalhes e esculturas de imagens cristãs).

 

- Podemos destacar também a construção das residências dos senhores de engenho, que eram conhecidas como casas-grandes. Possuíam vários cômodos, portas grandes e varandas com alpendres.

 

______________________________

Artigo publicado em: 22/08/2019 - atualizado em 11/06/2021


Por Jefferson Evandro Machado Ramos
Graduado em História pela Universidade de São Paulo - USP (1994).


 

Fontes de pesquisa utilizadas na elaboração do artigo:

 

- CAMPOS, Raimundo. História do Brasil. São Paulo: Editora Atual, 1991.

- Almanaque Abril 2015. São Paulo: Editora Abril, 2015.

 

Bibliografia indicada sobre o tema:

 

Arquitetura e arte no Brasil Colonial

Autor: Bury, John

Editora: Nobel

Ano: 1991

Temas do livro: História da Arquitetura no Brasil Colonial



Os textos deste site não podem ser reproduzidos sem autorização de seu autor. Só é permitida a reprodução para fins de trabalhos escolares.
Copyright © 2005 - 2021 História do Brasil.Net Todos os direitos reservados.